segunda-feira, 2 de outubro de 2017

POETAS PARTICIPAM DA MUDANÇA SOCIAL NO MUNDO...

A POETA E ATIVISTA CULTURAL VANDA LÚCIA DA COSTA SALLES NA LOJA FÍSICA DO MUSEU PÓS-MODERNO DE EDUCAÇÃO E DA ACADEMIA ESTUDANTIL DE ARTE CONTEMPORÂNEA, EM ALCÂNTARA-SÃO GONÇALO-RJ-BRASIL

POEMA DE OLAVO BILAC:

O POETA LEVI SILVA- SÃO GONÇALO
A POETA ROSIMIRIA - SÃO GONÇALO


O POETA BILLY DE MATOS - RJ
A ESCRITORA E POETA ROSANE SALLES- ALCÂNTARA-SÃO GONÇALO

sábado, 23 de setembro de 2017

PARTICIPEM! TRAGAM OS SEUS POEMAS! MICROFONE ABERTO!









VANDA LÚCIA DA COSTA SALLES E DELEGAÇÃO DO RIO DE JANEIRO CONVIDAM:



quarta-feira, 2 de agosto de 2017

EM SETEMBRO LANÇAMENTO: POEMAS ÚMIDOS DE AMOR - VANDA LÚCIA DA COSTA SALLES





DO  AMOR X

Úmida a palavra chora
a solidão que o deprime
o que quer de mim, agora?

Se os lençóis de cetim
                         desgastaram-se no tempo
                   e você nem quis
                                                       sedentos, os meus lábios
                                                                                        de gueixa!


(  Paraty, 20/7/2017)

sábado, 29 de julho de 2017

ROSANE SALLES, REGIANA TAVARES E ALEXANDER SOUSA- NOVOS POETAS CONTEMPORÂNEOS NA A.E.A.C.-2017






NOVOS POETAS CONTEMPORÂNEOS EM LANÇAMENTO NO I ENCONTRO ESTUDANTIL DE ARTE CONTEMPORÂNEA-A.E.A.C.-2017

quinta-feira, 27 de julho de 2017

QUEM VANDA LÚCIA DA COSTA SALLES (VANDA SALLES)?




a poeta Vanda Salles e a Presidente da ADABL, Srª Zélia Fernansdes.



QUEM VANDA SALLES?
Poeta, professora, conferencista, artista plástica, ativista cultural.
CURRÍCULO LITERÁRIO/ARTÍSTICO:

Nasceu em Italva-RJ-Brasil, em 25/04/1956. Poeta, ensaísta, conferencista, artista plástica e ativista cultural. Filha de Josias de Salles Ferreira e Maria Amaral Ferreira. Graduada em Letras/Literaturas em Língua Portuguesa (UERJ-FFP-SG, 1991), Pós-Graduada em Literatura Infantojuvenil (UFF-Niterói,1992) e em Arteterapia na Saúde e na Educação (UCAM-RJ,2002). Graduação em Direito (in curso).
Fundadora-Diretora do ENLACE-MPME: Museu Pós-Moderno de Educação(2010) e criadora do Logomarca; Idealizadora da A.E.A.C- Academia Estudantil de Artes Contemporâneas (2016) e criadora da Logomarca; Delegada Cultural do LICEO POÉTICO DE BENIDORM-ESPANHA no RIO DE JANEIRO. Organizadora da I ANTOLOGIA INFANTOJUVENIL DA A.E.A.C. -2017.

PREMIAÇÕES E RECONHECIMENTOS:

2017:
  Certificado da Associação dos Diplomados da Academia Brasileira de Letras-ADABL, em 26 de julho de 2017, na sede da FALARJ-RJ, sendo presidente Srª Zélia Fernandes.

·         Medalha Destaque: “ORGULHO CULTURAL LÍNGUA PORTUGUESA NO MUNDO”-2017, por contribuir com o empoderamento dos estudantes, com a fundação da A.E.A.C., e desenvolvimento da Língua Portuguesa no Brasil e no Mundo, além de  idealizar e patrocinar o I ENCONTRO ESTUDANTIL DE ARTE CONTEMPORÂNEA, nos dias 25, 26 e 27/05/2017, em São Gonçalo-RJ-Brasil.

·         Menção Honrosa da SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE SÃO GONÇALO, conferida por Sr. Diego São Paio, Secretário de Educação, pelos relevantes serviços prestados à Cultura, Leitura e à Educação no município de São Gonçalo, em 25 de Maio de 2017.

·         Moção de Aplausos a Poetisa-Ativista cultural pelos relevantes serviços prestados à Educação, à Cultura e à Leitura em São Gonçalo. Indicação conferida pelo Vereador Professor Paulo Antunes, da CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO, em 03 de Abril de 2017.

·         Comenda Infantojuvenil “ Profº JOADÉLIO CODEÇO”, por ser patronesse dos estudantes da A.E.A.C., além de ter seus poemas e contos publicados com louvor e solidariedade na I Antologia Infantojuvenil da A.E.A.C., em 24/02/2017, pela Presidente da A.E.A.C., Srª Vanda Lúcia da Costa Salles.

·         Certificado de Reconhecimento Cultural-2017, têm seus textos literários”aproveitados com excelência na I Antologia da Academia Estudantil de Arte Contemporânea-A.E.A.C.- do Museu Pós-Moderno de Educação/Vol.1-2018- indicada à medalha de Ouro Espírito Santo das Artes”, em 21 de fevereiro de 2017.

·         Medalha de Ouro “ESPÍRITO SANTO DAS ARTES” por trabalho voluntariado educacionais e arteterapêuticos através das artes plásticas e literatura com alunos de escolas brasileiras, ortogado pela Academia Estudantil de Arte Contemporânea em 15/2/2017


·         * Diploma de Honra ao Mérito da Revista O.P.A.! ( A.E.A.C.), por criativos trabalhos pictóricos, literários e educacionais em prol da CULTURA BRASILEIRA no ano de 2016 ( em 24/01/2017) ;




2016:
·         Diploma de Membro Fundador da A.E.A.C., em 25 de setembro de 2016, sendo por votação estudantil Presidente desse sodalício.

·         Medalha de Ouro pela criação dos desenhos/ Logomarcas da Academia Estudantil de Arte Contemporânea (2016), Alas Rotas-Argentina/Brasil e  blog Alitas de América (2008) e Museu Pós-Moderno de Educação (2010),  concedido pelo blog MUSEU PÓS-MODERNO DE EDUCAÇÃO; em  18/12/2016;

·         * Certificate of Recognition Awarded, in appreciation of your remarkable cultural and artistic contributions to our community and to VII ELILUC, por Joe Martinez, District 11 Commissioner- Miami, Florida, USA, December 11, 2016

·         Certificado da LITTERIS Editora por participação no concurso Eu Sou o Samba com a obra Eu Sou o Samba I, RJ, novembro de 2016, Editor Artur Rodrigues e Deucimar Cevolela;

·         * Monção da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, através do Vereador Reimont, enaltece com votos de louvor e reconhecimento a trajetória e importância do seu trabalho e contribuição para a Cultura e Valorização da Mulher, além da participação como co-autora da obra A Arte de Ser Mulher-Poesia Feminina- coletânea organizada pelo Projeto Cultural Editorial da Rede Sem Fronteiras, 19 de novembro de 2016;


·         * A Rede Mídia de Comunicação e Editora Sem Fronteiras concede o certificado de participação como coautora no projeto: Coletânea Literária A Arte de Ser Mulher- Poesia Feminina com a apresentação de construção poética voltada para o universo feminino, com disseminação e o desenvolvimento da cultura brasileira, por Dyandreia Portugal, editora-chefe Rede Mídia Sem Fronteiras, em 19/11/2016;

·         * A ALAB-Academia de Letras e Artes Buziana concede a Distinção “Excelência Cultural”, por semear e desenvolver a cultura brasileira em prol de uma sociedade mais justa e humana. Em 19/ll/2016;


·         * ADABL- Associação dos Diplomados da Academia Brasileira de Letras concede o Certificado de “Primazia Cultural”, pelo empenho em colaborar para o engrandecimento e o desenvolvimento da cultura feminina no país, gerando novas perspectivas para a sociedade brasileira. Hotel Vila Galé, RJ, 19/11/2016;

·         * A UBE RJ-União Brasileira de Escritores RJ concede o reconhecimento “Destaque Cultural” pela colaboração em disseminar e desenvolver o movimento feminino através da cultura brasileira. Em 19/11/2016;

·         * DIPLOMA da Academia Estudantil de Arte Contemporânea-A.E.A.C. como membro fundador(a) e patronesse, em 24/9/2016;


·         * Diploma do LICEO POÉTICO DE BENIDORM-ES intercâmbio como Delegada Cultural do Liceo Poético de Benidorm no Rio de Janeiro com  participação e coordenação no Evento Mundial de Poesia e Música no “Recital Multidisciplinário Contra la Guerra, y por la Paz, la Sostenibilidad y el Cambio Social en el Mundo” apresentado no CIEP 121-PROF. JOADÉLIO CODEÇO-MARAMBAIA-SG-RJ, e na sede do Ateliê do  MUSEU PÓS-MODERNO DE EDUCAÇÃO, nos dias 23 e 24/9/2016, respectivamente. Signatários Julio Pavanetti, Presidente del Liceo Poético de Benidorm de Espanha e Vanda Lúcia da Costa Salles, Delegada del Liceo Poético em Rio de Janeiro;

·         Certificate of Recognition Awarded to Vanda Salles in appreciation of your remarkable contributions to our community and to VI Encuentro Literarios Internacional ! Luz del Corazon! ELILUC, em maio de 2016;


·         Certificado de Intercâmbio Cultural Entre a Paraíba, Brasil e outros países, projeto da Universidade Federal da Paraíba, Pró Reitoria de Assuntos Comunitários, Coordenação de Assistência Estudantil, coordenado por Joanice Alconforado e participação na Antologia Palavras Escritas do Brasil-(2016);

 2015 :

·          Trofeu e diploma  PRÊMIO CLARICE LISPECTOR DE LITERATURA na categoria de Melhores Poetas, concedido pela Editora Comunicação, sediada na cidade de Cabo Frio, em 24/10/2015. Sendo Diretora Geral Srª.: Keetherine Giovanessa e Diretor de Arte Sr. Klayton Georgio;

·         Medalha e Diploma Prêmio Luso-Brasileiro de Poesia- Melhores Poetas de 2014, A Mágico de Oz em comum acordo com a Sociedade Cultural de Ilha Madeira, reconhece o valor Artístico e Poético, celebrando sua contribuição a Cultura Luso-Brasileira durante o ano de 2014/2015, por João Pacheco(Presidente) e Angela Feingold (Diretora);



2014   :
·         Diploma de Membro Correspondente da ALL-Academia Ludovicense de Letras na apresentação do Projeto “Maria Firmina dos Reis-190 Anos”, realizado nas cidades de São Luis e Guimarães.Sendo Secretário Geral, o Srº Leopoldo Gil Dulcio Vaz e  Presidente: o Srº Roque Pires Macatrão, em 11/10/2014;


·         Certificado da ALL-ACADEMIA LUDOVICENSE DE LETRAS pela apresentação da Palestra “O Primado da Imaginação: Um Estudo Arteterapêutico em Maria Firmina dos Reis”, no Projeto “Maria Firmina dos Reis-190 Anos”, realizado nas cidades de São Luis e Guimarães. Sendo Presidente o Sr. Roque Pires Macatrão, Comissão de Publicação e Eventos Srª. Dilercy Aragão Adler e Secretário Geral, o Sr. Leopoldo Gil Dulcio Vaz, em 11/10/2014;

·          Medalha e Diploma Comenda Luis Vaz de Camões ortogado pelo Núcleo de Letras e Artes de Lisboa em comemoração aos 8 séculos da Língua Portuguesa, que unem, 10 nações distintas em um mesmo sonido, em reconhecimento aos serviços prestados com sabedoria, em prol da cultura e da Educação Lusófona. Sendo Presidente do Núcleo Sr. Samuel Pimenta e Srº Isabelle Valladares, Presidente da Literarte, em 9/8/2014

·          Medalha e Certificado ALMAS-ACADEMIA DE LETRAS, MÚSICA E ARTES DE SALVADOR, por força e mérito de sua expressão artística, tornou-se Membro Fundador, sendo vitalício o nome na cadeira de nº 67 da entidade.em 9/8/2014;

·         Certificado do Liceo Poético de Benidorm da Espanha e a sua Delegação Cultural em Rio de Janeiro, Brasil por participação no IV Evento Mundial da Poesia “ 100 Mil Poetas para a Mudança Social”, sendo Presidente do Liceo Poético de Benidorm da Espanha Sr. Julio Pavanetti e Vanda Lúcia da Costa Salles, Delegada do Liceo Poético de Benidorm em Rio de Janeiro;



·         Diploma e Medalha Mágico de Oz na categoria Poesia de  Melhores Poetas 2014, celebrando a sua contribuição para a Cultura Luso-brasileira, durante o ano de 2013, assinados por Vera Novo Fornelos, Angela Fiengold e João Pacheco, respectivamente;

·         Diploma de Membro Titular da AIC-ACADEMIA INTERNACIONAL DE CULTURA, Brasília-DF, 16/04/2014, sendo Presidente Srª  Meireluce Fernandes e Vice-Presidente Srª Nazareth Tunholi;

·         Certificado do XI Encontro Internacional de Escritoras-Viva Cecília Meireles!, projeto cultural aprovado pelo Ministério da Cultura, sob o nº 132016, realizado de 13 a 17 de março de 2014, na cidade de Brasília-DF (Brasil), por participação, neste Congresso, com a palestra “A Poesia Musicada no Brasil: a Poeisis do Gênero em Cantigas da Mulher do Século XXI (2014), em 17/3/2014, sendo Presidente Srª. Nazareth A.  P. Tunholi, e Diretora Assistente Srª Meireluce Fernandes da Silva ;

·         Diploma de Mérito Cultural do Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana pela brilhante participação na Antologia 2014 do Centro de Literatura do Forte de Copacabana. Sendo a Profª Mara Lúcia Vicente Joaquim Miranda, coordenadora do Centro de Literatura do Forte de Copacabana, Profº Antonio de Oliveira Pereira, idealizador e Coordenador Geral do Centro de Literatura do Forte de Copacabana e Cel. Jefferson Lages do Santos, Diretor do Museu Histórico do Exército e Comandante do Forte de Copacabana, em 7/2/2014;


·         Certificado da ALG-Academia de Letras de Goiás Velho como Acadêmico Correspondente, tendo em vista as qualidades morais, e intelectuais, e serviços de literatas prestados a cultura no campo sócio cultural ( 7/12/2013)- com Reg. Nº 13222 (13/01/2014)



2013 :
·         Diploma e Comenda Gonçalves Dias (IHGMA/UFMA, 2013), em 9/8/2013, Aos 190 anos de Antonio Gonçalves Dias e por participação na Antologia Gonçalves Dias;

·         Menção Honrosa da Academia Sertaneja de Letras, Educação e Artes do Maranhão-ASLEAMA, do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão-IHGC e da Academia Caxiense de Letras-ACL- Sabiás da Cultura Gonçalvina, com o título de “Tupi de Caxias” por ocasião das comemorações alusivas aos 190 anos de Antonio Gonçalves Dias ( Caxias-MA,11/8/2013)


2010   :
·         Apresentação do livro Núncia Poética na Café Literário dos Escritores Argentinos, e com Josefina Aroyo e Silvia Aida Catalán e Alejandro Drewes , Buenos Aires, 24/4/2010
·          Diploma 1º Encuentro Nacional e Internacional de Escritores S.A.L.A.C.- Sociedad Argentina Letras, Artes y Ciencias- Va.Carlos Paz (Cba.)- “Ser voz em el silencío”, realizado los días 15,16,17 y 18 de abril de 2010, em la ciudad de Carlos Paz, província de Córdoba-Argentina;

·         Diploma 1º Encuentro Nacional e Internacional de Escritores S.A.L.A.C.- Sociedad Argentina Letras, Artes y Ciencias- Va.Carlos Paz (Cba.)- “Ser voz em el silencío”, realizado los días 15,16,17 y 18 de abril de 2010, em la ciudad de Carlos Paz, província de Córdoba-Argentina- por como escritor panelista con la ponencia:  y apresentación del escritor


2009 :

·         Apresentação no Café Tortoni do livro O Chamado das Musas. Pô-Ética Humana: o enigma do recheio- a arteterapia ao sabor da educação brasileira (pesquisa poética em arte e educação, Creadores Argentinos,2008)- coautoria com a poeta argentina Silvia Aida Catalán, em 30/9/2009;

·         Diploma La Hora del Cuento Municipalidad de Bialet Massé. Sociedad Argentina de Letras Artes y Ciencias como escritor panelista del III Encuentro Nacional de Narradores y Poetas “Unidos por las Letras” realizado em Bialet Massé-Córdoba- los días 24,25 y 26 de Septiembre de 2009. Org. Daniela Selene Lorenzini Sánchez y el Intendente Municipal, Edgardo Gustavo Pueyo;

·         Diploma  La Hora del Cuento Municipalidad de Bialet Massé Sociedad Argentina de Letras Artes y Ciencias como escritor panelista com la ponencia: ARTE, EDUCAÇÃO E ARTETERAPIA- O PRIMADO DA IMAGINAÇÃO CRIATIVA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA- del III Encuentro Nacional de Narradores y Poetas “Unidos por las Letras” realizado em Bialet Massé-Córdoba-los días 24,25 y 26 de Septiembre de 2009;







2008:

·         Catedrática de Literatura do Museu Belgrano da Argentina, outorgada pelo Fundador e Diretor Dr. Ricardo Vitiritti (2008), com entrevista concedida a catedrática;
2007  :


·         Certificado como expositora de Artes Plástica na II Mostra de Arte Contemporânea- “REVELAR-TE: UM PASSEIO PELA INÚTIL ARTE...”, COORDENADA PELOS Professores Áureo Guilherme Mendonça e Adriana Russi Tavares de Mello, realizada no PURO-UFF- Polo Universitário de Rio das Ostras da Universidade Federal Fluminense e Prefeitura Municipal de Rio das Ostras, entre os dias 25 e 29 de junho de 2007. Sendo Diretor da Faculdade Sr. Luz Augusto Fernandes Rodrigues e Subchefe do Departamento DHS, Srª Adriana Russi Tavares de Mello;

·         Certificado de participação do “Encontro Latino-americano de Poetas”, realizado de 11 a 15 de julho de 2007, pela Prefeitura Municipal de Rio das Ostras e a Fundação Rio das Ostras de Cultura, sendo Prefeito de Rio das Ostras: Carlos Augusto Carvalho Balthazar e Presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura :Mara Moreira Fróes (15/7/2007);


·         Diploma do Taller Artístico “ALAS ROTAS” por participar como ponente no Encuentro de Poetas Latinoamericanos diá 20 al 30 de Octubre – EMBAJADA DE LA REPÚBLICA DE HONDURAS- Embajadora: Srª. Eleonora Ortez W.- AERA- Ciclo de Lecturas-Revista de Literatura em la Biblioteca Nacional “Sala Cortázar” e la fundadora do T.A.A.R :Srª. Silvia Aida Catalán (2007)-Buenos Aires-Argentina;

·         Certificado de participación com ponencia Intertextualidade e intratextualidade em autores latinos-americanos pós-modernos, el día 26 de octubre de 2007, em el auditório del Teatro Tornavía, Universidad Nacional de San Martín, Escuela de Humanidades. El marco del Encuentro de Poetas Latinoamericanos, realizado em Buenos Aires entre los días 20 y 29 de octubre, organizado por el Taller Literario “Alas Rotas”, representado por su titular Srª. Silvia Aida Catalán, y em UNSAM dentro del ciclo de conferencias HISTORIA, LENGUA Y ARTE EM LATINOAMÉRICA con la coordinación del Dr. Alejandro Drewes (UNSAN EH LEC), Dr. José Villella (Decano UNSAM EH)-Argentina;


·         Certificado da Fundacion Centro de Estudos Brasileiros en intervenciones como asesora del “Alas Rotas”(Brasil), en el día de la fecha, em los Encuentros de Poesía Latinoamericana, realizada em la Fundación Centro de Estudos Brasileiros, por la diretora Camila Do Valle (24/10/2007)-Ciudad de Buenos Aires-Argentina;

2005  :  

·         Lançamento do livro InfantoJuvenil A PALAVRA DO MENINO E AS ABOBRINHAS na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, setembro de 2005, pela H.P. Editora.


2002      :  

·         Lançamento do livro Diversidades e Loucuras em Obras de Arte- um estudo em Arteterapia (ensaio, Ágora da Ilha, 2002), Na Antiga Câmara Municipal de Rio das Ostras;
·         Apresentação no CES-ESMERALDA-RO, em 2002 ( capa do livro com foto de trabalho arteterapêutico de alunos dessa escola), 2002


2001  :

·         Menção de Aplauso e Congratulações da Câmara Municipal de Rio das Ostras em Literatura com o livro No Tempo Distraído(2001);
·         Lançamento do Livro No Tempo Distraído na Fundação Casa de Cultura de Rio das Ostras-RJ, 2001

1990  :

·         Certificado da Secretaria Municipal de Educação e Cultura da PMSG por participação no II FESTIVAL DE TEATRO AMADOR DE SÃO GONÇALO, O FESTIVAL DO CENTENÁRIO, realizado no período de 21 de julho à 11 de agosto de 1990. Sendo Chefe do Seor de Atividades Teatrais Jorge Luiz F. Rodrigues e Secretário Municipal de Educação e Cultura C. Larangeiras. Em 12/8/1990;

·         Certificado da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de SG por participação e brilhantismo no SALÃO DE ARTES PLÁSTICAS na categoria pintura, realizado no ano de 1990. Sendo Diretor do Centro Cultural de São Gonçalo-SEMEC-, Sr. João Luiz de Souza e Secretário Municipal de Educação e Cultura, Sr. C. Larangeiras. Em 14/9/1990;

1992  :

·         Certificado da Secretaria Municipal de Educação e Cultura da Prefeitura Municipal de São Gonçalo, por participação e brilhantismo no ESPAÇO CULTURAL CARLOS SCLIAR na categoria Pintura (individual), realizado no ano de 1992. Sendo Chefe do Núcleo de Apoio, Produção e Arte, Srª Mariléa Braga Rocha e Secretário Municipal de Educação e Cultura, Sr. C. Larangeiras. Em 27/11/1992;

·         Certificado da Secretaria Municipal de Educação e Cultura da Prefeitura Municipal de São Gonçalo, por participação e brilhantismo no ESPAÇO CULTURAL CARLOS SCLIAR na categoria Pintura ( Coletiva), realizado no ano de 1992. Sendo Chefe do Núcleo de Apoio, Produção e Arte, Srª Mariléa Braga Rocha e Secretário Municipal de Educação e Cultura, Sr. C. Larangeiras. Em 30/10/1992;



1991  :

·          MENÇÃO HONROSA  na V Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, pela Secretaria de Estado de Educação - Concurso  de Estória Infantil J. Carlos para Estudantes e Professores- com trabalhos arteterapêuticos de 13 turmas, onde construiu-se através de serigrafia bolsas, camisetas, desenhos e o livro infantojuvenil: NEBE- A Emoção do Mundo- ocorrido ente os dias 29 de agosto e 8 de setembro de 1991,sendo Secretaria de Estado de Educação Maria Yedda Leite Linhares e Assessora de Projetos Especiais: Helenice Valias de Moraes(8/9/1991);

·         Diploma da ABL- ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS por participar do Curso de Os Poetas do Modernismo, assinado pelo presidente Austragesilo de Athaide (19/12/1991);

1984    :


·         Menção Honrosa no Concurso IV CONCURSO RAIMUNDO CORREA DE POESIA, com a poesia “Tecelã” (1984), além de participação na Antologia Os Melhores Poetas Brasileiros de 1984 (Shogum Editora, 1985)- coordenadora Maria Amelia Modesto e Christina Oiticica, Diretora da Shogun Arte;

1983    :

·         Declaração-certificando a participação como expositor na Exposição de Artes Plásticas na Faculdade de Formação de Professores-FFP, no período de 15 à 18 de agosto de 1983. Assinando como Diretor –FFP/FAPERJ-SECC, Sr. Hélio Marques da Silva.Em 19/8/1983;
·         Diploma conferido pelo Conselho Municipal de Cultura por participação com telas pictóricas no I Salão Gonçalense de Artes Plásticas, referente ao período de 28/6 a 30/6/1983, sendo Secretário de Cultura o Sr. Silvio Leitão Rosa;
·         Declaração certificando a participação como expositor do Grupo Geoarts, da Mostra de Artes Visuais/83, realizada na PAPERJ-FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES-SG, no período de 21/03 a 25/03/1983, promovido pelo Núcleo de Atividades Culturais da FFP. Sendo Diretor da FFP, Sr. José Lobo Junqueira. Em 25/03/1983;

1982  :

·         Porão das Artes do Externato João Caetano certifica com prazer e muita honra que a Artista Vanda Salles expôs seus quadros Óleo sobre tela em nosso Espaço Cultural, em 22/12/1982, por seu coordenador Artístico

LIVROS PUBLICADOS:
Catacrese (Contos, 1984, Mimeografo, UERJ/FFP-SG);
Nebe a Emoção do Mundo (Infantojuvenil, pesquisa experimental em serigrafia na 5ª Bienal Internacional do Rio Centro-RJ, 1991, representando o Ciep Brizolão 121-Prof. Joadélio Codeço);
No Tempo Distraído (narrativas, Ágora da Ilha, 2001);
Diversidades e Loucuras em Obras de Arte- um estudo em Arteterapia (ensaio, Ágora da Ilha, 2002);
A Palavra do Menino e as Abobrinhas (Infantojuvenil, HP Editora, 2005);
O Chamado das Musas. Pô-Ética Humana: o enigma do recheio- a arteterapia ao sabor da educação brasileira (pesquisa poética em arte e educação, Creadores Argentinos,2008)- coautoria com a poeta argentina Silvia Aida Catalán;
Núncia Poética (poesias, Cbje, 2010);
Universo Secreto- Entre o Abismo e a Montanha (contos, Virtualbooks, 2011);
Cantigas Para a Mulher do Século XXI- 30 anos de poesias( poesias,Cbje,2013);
Se Eu Lhe Der o Sol Você Namoraria Comigo? (Infantojuvenil, Scortecci-Pingo de Letras, 2015);
NÓS -As Cantoras Despudoradas (poesias, fotos, artes computacional). Artesanaria-A.E.A.C., 2016.
Elogio à Mariná de Moraes Sarmento-MARINÁ DO BRASIL-cadeira nº16, na A.E.A.C.-Academia Estudantil de Arte Contemporânea, tornando-se Presidente, em 26/9/2016, RJ,Brasil.
Poética do Encontro ( Poesias, Mulher do Século XXI: Clube de Leitura, 2017, Brasil).
Pássaro da Manhã (Poética da Canção, Mulher do Século XXI: Clube de Leitura, 2017, RJ,Brasil,2017)
Cantigas Para A Mulher do Século XXI-II (Poesias, Mulher do Século XXI:Clube de Leitura, 2017, RJ,Brasil).
Búfalo Falante & Moça Bonita (Infantojuvenil, Mulher do Século XXI:Clube de Leitura,2017,RJ,Brasil).
Elogio A Olavo Bilac- A Perfeição da Última Flor do Lácio: Ave Augusta da Poesia Brasileira (Palestra proferida como MembroTitular na ADABL, em 26 de julho de 2017, Rio de Janeiro,Brasil.

ANTOLOGIAS : Mais de 100 participações de coautorias.

sábado, 17 de junho de 2017

INÉDITA ENTREVISTA DE NILTO MACIEL AOS ESTUDANTESQUE INTEGRAM A A.E.A.C.




                       NILTO MACIEL    -    BRASIL

entrevista concedida aos estudantes DO ENSINO FUNDAMENTAL do ciep 121- prof. joadélio codeço-marambaia-sg-brasil em aula de produção textual e língua portuguesa da professora vanda lúcia da costa salles

 




1º) LUIZ HENRIQUE LIMA DE SOUZA:  a) Como se sente ao escrever livros?

NM – Ao escrever, sinto-me muito bem, como se realizasse o melhor dos sonhos.

a)       Você batalha muito para poder ser um escritor?
      NM – Sim, sempre (desde menino) leio e escrevo muito. Para me fazer e manter escritor, estudei muito e trabalhei muito.

b)       Qual é o seu objetivo na vida?

      NM – Há vários objetivos. O primeiro, ou o mais importante, é viver como ser humano. Não quero ser herói ou astro (famoso), porque a vida é muito curta para o heroísmo e a fama.

) ANTONIO CARLOS DE F. SANTOS:
a)       Para você, qual a importância de escrever um novo livro?
NM – Escrevo todo dia. E todo dia é importante para mim. Não faço distinção entre segunda-feira e domingo, carnaval e natal. Escrever me faz bem, muito bem.

b)       Qual a importância desse livro na cultura?
NM – Não sei a que livro você se refere, mas meus livros são muito importantes para mim.  Como sou sujeito ou personagem da cultura, como faço parte dela, meus livros são importantes também, embora não sejam tão importantes como os de Machado de Assis e outros grandes artistas das letras.

c)       E que exemplo esse livro pode ser na vida de alguém?
NM – Não escrevo para dar exemplo. Livro não serve para dar exemplo. A não ser como formação intelectual.

3º) GABRIELA DA SILVA DIAS:
a)       Qual foi o seu primeiro livro?
NM – Itinerário, de 1974. São 14 contos curtos.

b)       A idade em que começou como escritor?
NM – Quando publiquei o primeiro livro eu tinha 29 anos, mas escrevia desde a adolescência.

c)       Por que você quis ser um escritor?
NM – Eu queria ser jogador de futebol (passei a infância e parte da adolescência a jogar bola). Depois quis ser revolucionário, guerrilheiro (como Che Guevara), para derrubar a ditadura e instalar um governo popular socialista. Mas sempre lendo e escrevendo. Como não consegui ser jogador nem guerrilheiro, dediquei-me a ler e escrever.

4º) DAVID PRADO RIBEIRO:
a)       De todos os seus trabalhos, qual foi o mais marcante em sua carreira profissional?
NM – Não sou escritor profissional. Mas ganhei alguns prêmios literários. O mais importante deve ter sido o “Prêmio Cruz e Sousa”, do governo de Santa Catarina, com o romance “A Rosa Gótica”.

b)       Qual a sua sensação ao escrever o conto “O filho da Solitária”? Por quê?
NM – Não digo que senti prazer, porque o personagem é um homem muito sofrido, pois fizeram dele um bicho (e não deveriam fazer isso com animal nenhum), ao prenderem-no numa jaula, solitário, por muitos anos. Senti nojo dos que maltratam pessoas e animais. Muita revolta também.

c)       Qual sua perspectiva em relação ao mundo contemporâneo?
NM – Acredito na democracia, no fim das ditaduras, das desigualdades sociais, nos esportes e nas artes como meios de integração social, paz, progresso.

5º) KERLIANE REIS:
a)       Você algum dia pensou em parar de ser escritor? Por quê?
NM – Não penso em parar, mas um dia deverei parar. Se eu pudesse, seria eterno e escreveria para sempre. Porque é muito bom escrever.

b)       De todas as suas obras, qual a que mais gosta? Por quê?
NM – Gosto de algumas obras, como o romance “A rosa gótica”, o conto “As pequenas testemunhas” e o poema “Cena doméstica”. Gosto porque gosto e gosto não se discute.

c)       Qual o seu atual livro a ser lançado no mercado? Qual a sua expectativa?
NM – Meu mais recente livro é “Luz vermelha que se azula”, de contos. Foi escrito já neste século, entre o ano 2000 e 2005. Espero que os leitores gostem dele e que seja lido e estudado nas escolas.

6º) DAYANE ISABELA R. CORDEIRO:
a)       No início da sua carreira, você teve algum apoio familiar? Ou de alguma outra pessoa?  De quem?
NM – Meu irmão Ailton, que faleceu aos 33 anos e era dois ou três anos mais velho do que eu, me apoiava muito.

b)       Ganhou algum prêmio que significou muito para você?
NM – Já falei do prêmio de Santa Catarina. Eu me senti muito valorizado e passei a gostar mais de mim e do que escrevia. Fiquei tão feliz que acreditei que pudesse transformar em ouro tudo o que eu tocasse, ou seja, escrever obras maravilhosas sempre que quisesse.

c)       Quando você escreve algum livro, se inspira na vida real?
NM – Sim, tudo vem da vida real. Toda arte vem da vida real, por mais absurda ou fantástica que pareça. Você já viu formigas e urubus comerem um bebê humano? É o assunto do meu conto “Os urubus e Deus”. É um absurdo, não é? Mas acontece todo dia.

7º) KEZÍA DE SOUZA RODRIGUES:
a)       Por ser escritor, você deve ter muito pouco tempo para o lazer ou não?
NM – Sim, sobra-me pouco tempo para o lazer. Mas consigo gostar de não me divertir. Quando eu tinha 15 anos, ficava em casa a ler, olhava para a rua, via os meninos, queria ir me juntar a eles. Mas terminava desistindo de ir brincar.

b)       O que é ser escritor no Brasil?  Por quê?
NM – Ser escritor no Brasil é ser um sonhador. Porque não há muito incentivo, a escola é pobre, o hábito de leitura é quase inexistente, o livro é muito caro (em relação ao salário mínimo).

c)       A vida de um escritor é bastante agitada?
NM – Depende de cada escritor. A minha é muito calma. Passo o dia todo em casa a ler e escrever. Uma vez por mês sou convidado a participar de palestras, encontros, lançamentos de livros, feiras, entrevistas, etc.

) JHINIFY MESQUITA DE LIMA DA SILVA:
a)       Você tem algum ídolo, na língua portuguesa?
NM – Tenho diversos ídolos: Camões, Machado de Assis, Fernando Pessoa, Jorge de Lima, Graciliano Ramos e outros.

b)       Qual foi a história mais estranha que você escreveu?
NM – A mais estranha deve ter sido “Masmorrer”. Um grupo de prisioneiros é abandonado numa prisão e aos poucos vão se matando. Os mais fortes se juntam para matar os mais fracos e comer suas carnes, até que o último morre de fome.

c)       Já escreveu algo que não tenha gostado?
NM – Muitos poemas são feios, fracos, mas mesmo assim eu não os joguei fora. Porque nossos escritos são como nossos filhos: não podemos jogá-los fora só porque são feios.

9º) DANIELLI LÚCIA DOS REIS LOURO:
a)       Gostaria de escrever uma obra-prima? Por quê?
NM – Esta pergunta é uma das mais importantes. Sempre penso nisso. Para mim, só vale a pena escrever obra-prima. Entretanto, como não sou gênio, nunca escreverei obra-prima. Como sou bom pai, não desprezo meus filhos feios. Porque são parte de mim. Se eu os desprezar, estarei desprezando a mim mesmo.

b)       Qual o livro de sua carreira que recomendaria para os alunos? Por quê?
NM – Para os menores “Os guerreiros de Monte-mor”; para os maiores “O cabra que virou bode”. Estou falando apenas dos romances. Não posso falar dos contos, porque não tenho livros temáticos. São muito misturados: contos de amor, eróticos, de violência, de crianças, de velhos, de animais, etc, tudo no mesmo livro.

c)       O que você gostaria de dizer ao seu leitor?
NM – Como escritor, eu diria: leiam mais e mais, até ficarem velhos. Como cidadão: leiam para a vida, para se tornarem pessoas mais educadas, mais sadias, mais puras, mais solidárias.

10º) VIVIAN SIMÃO CUNHA:
a)       O que você prefere ser: Escritor ou Professor?  Por quê?
NM – Prefiro ser escritor, embora goste também de dar aulas, de falar a pessoas curiosas.
b)       Qual o momento mais importante da sua carreira?
NM – Dos muitos momentos importantes de minha vida de escritor destaco o prêmio Cruz e Sousa.
c)       Quando era criança, você pensava em ser escritor?
NM – Como já disse, quando criança, pensava em ser jogador de futebol. Eu lia por prazer, mas não me passava pela cabeça a possibilidade de escrever como aquelas pessoas dos livros.

11º) LORRANE SANTOS SOUZA:
a)       Você daria uma palestra em nossa escola? O que seria preciso para que isso acontecesse?
NM – Sim, daria uma palestra ou conversaria com os alunos desta escola, como tenho feito em outras. Porém, moro muito longe daqui, em Fortaleza.
b)        Qual a diferença de crônica para conto? Por quê?
NM – A diferença entre crônica e conto é muito sutil, quase imperceptível, sobretudo entre o conto sem enredo e a crônica moderna.  Se ambos forem em primeira pessoa, a dificuldade de se ver diferenças será maior ainda.
c)       Quais são os maiores cronistas contemporâneos brasileiros?  
NM – Como não leio jornais e revistas, não sei quem escreve crônica no Brasil.

12º) GEISILANE DOS SANTOS BASTOS BARROS:
a)       Se não fosse escritor o que gostaria de ser?  Por quê?
NM – Se não fosse escritor, gostaria de ser compositor de música ou cineasta. A música é a mais bela expressão da arte. O cinema é mais próximo das pessoas do que o livro.
b)       O que você pensa sobre o poeta Manoel de Barros?
NM – Manoel de Barros é um dos maiores poetas brasileiros ou da língua portuguesa. 
c)       O que você aconselharia a um jovem escritor?
NM – Aconselho paciência (não ter pressa em publicar), mais leituras e exercícios diários de elaboração de poemas, contos, crônicas, artigos.

13º) ANTONIA VILAUBA VIEIRA PEDRO:
a)       Como você gostaria de ser lembrado pelo povo brasileiro?
NM – Como um ser humano que não quis ser rico, poderoso, político, empresário e muito menos ladrão, e se contentou com arte e amor.
b)       Em sua opinião, qual a sua obra-prima?
NM – Infelizmente, nunca escrevi nenhuma obra-prima.

c)       Eu também sou cearense, você veio de uma família humilde?
NM – Prazer em ler a sua pergunta. Sim, vim de família pobre: meu pai era comerciante pequeno (no Ceará se diz bodegueiro ou dono de bodega), filho de agricultores, porém muito preocupado (ele e dona Nenen, minha mãe) com os estudos dos filhos.

14º) THAMIRES BALBINA A. DURVAL:

a)       Sobre o que você mais gosta de escrever? Por quê?
NM – Sobre os problemas das pessoas, tais como solidão, angústia, dor psicológica, saudade, amor, porque são assuntos essenciais.
b)      É verdade que a vida de escritor é solidão?
NM – Nem sempre. Muitos vivem em perpétuo burburinho, porque precisam disso para escrever. Eu prefiro a solidão para viver, pensar e escrever. Para mim, o mais importante no ser humano é pensar. O homem foi feito para pensar e não para correr, saltar, dançar, pular, como os outros animais.
c)      Leitura e Escrita é...?
NM – Para mim, ler e escrever são essenciais. Essenciais para mim, não para os outros ou a sociedade. Ser escritor é ser diferente dos demais seres. Ninguém é escritor porque quer ser escritor. Os que querem ser escritor não o serão nunca.

15º) VANDA LÚCIA DA COSTA SALLES:
a)       Caro Nilto Maciel, para uma pesquisa em Bioecolinguística: o que você aconselharia? Uma entrevista com alunos a um escritor é um caminho?  Por quê?
NM – Nunca estudei bioecolinguística nem linguística nem literatura. Acredito, no entanto, ser um bom caminho para o pesquisador uma conversa franca e demorada com alguns escritores, sobretudo aqueles que falam abertamente, sem esconder nada, sem querer apenas aparecer.

b)       Conte-nos um pouco sobre a sua mais recente obra publicada: qual o nome e como foi construí-la?
NM – Tenho diversas obras mais recentes: contos, crônicas e artigos. Dois volumes de contos: “Luz vermelha que se azula” e outro cujo título deverá permanecer em segredo até ser publicado. Escrevo todo dia. Isto não quer dizer que a cada dia escreva um conto, crônica, artigo ou capítulo de romance. Passo dias e dias a escrever uma peça literária, por menor que seja. No primeiro dia surge a ideia, que anoto em caderno ou no computador. Pode ocorrer a conclusão no mesmo dia ou na mesma hora. Mas prefiro dormir com ela (a ideia), ruminar bem, mastigar, sonhar, pensar mais e no outro dia escrever um rascunho mais robusto.

c)       É possível deixar aqui uma poesia (desde já, obrigada, do mais profundo de nossos corações)?
NM – Não sou bom poeta. E você pode até ter pensado numa poesia de poeta famoso. Mas, neste caso, você tem tantos livros e a Internet para buscar poemas. Então serei muito egocêntrico (como todos ou quase todos escritores) e apresentarei um poema meu, “Nem sei domar meus próprios cães”:

Para imitar o imortal Camões,
precisaria ser, meus cidadãos,
mil seres juntos, ter mil corações,
hidra gentil – cabeça, tronco e mãos.

Porém sou pobre, sem nenhuns tostões,
vivo perdido em devaneios vãos,
e sem botinas, becas e botões,
como esses loucos que se creem sãos.

E velho estou, cabeça toda em cãs,
como meus pais, avós, as minhas mães,
as utopias, ancestrais e vãs.

Talvez pudesse ser padeiro – pães –,
tecer mortalhas – panos – doutras lãs,
porém domar nem sei meus próprios cães.

Um beijo a todos e continuem assim inteligentes, sadios, fortes, amorosos, solidários, sem preconceitos.

P. S. – Publicarei as perguntas e respostas (como estão aqui) no meu blog, semana que vem. O endereço é http.literaturasemfronteiras.blogspot.com